Somengil

Lavagem Industrial / Artigos

Indústria farmacêutica: checklist para escolher a melhor solução de lavagem industrial

Na indústria farmacêutica, a lavagem industrial tem de passar os testes mais rigorosos. Descubra como escolher o equipamento certo.

Indústria farmacêutica: checklist para escolher a melhor solução de lavagem industrial

Tempo de leitura7 minutos de leitura

2024-03-08 14:24:34

O dietilenoglicol é um composto químico altamente tóxico normalmente usado em produtos de limpeza. Mas em 2022 foi detetado em lotes de xarope para a tosse, com consequências fatais para 18 crianças. A produção foi interrompida e a licença da farmacêutica que produzia o medicamento, a Marion Biotech, encontra-se suspensa até hoje.


Casos como este, apesar de raros, ilustram bem a importância da lavagem na indústria farmacêutica. Os químicos utilizados para substituir um processo rigoroso a alta temperatura são muitas vezes tóxicos e, se não forem adequadamente removidos, podem ser prejudiciais à saúde. Em situações como a da Marion Biotech revelaram-se fatais – para as pessoas e para a organização.


Os profissionais do setor sabem-no bem: sempre que os processos envolvem o manuseamento de ingredientes ativos, a higienização deveria ser uma prioridade. Qualquer resíduo pode, com o tempo, desenvolver colónias bacterianas que contaminam o produto e colocam a saúde pública em risco. A questão é como escolher o equipamento certo para as necessidades específicas de cada negócio. Estes são os fatores principais a ter em conta.


1. Dimensões

Pode parecer surpreendente mas a adequação do equipamento ao espaço físico disponível é uma das últimas prioridades de muitos gestores no momento de escolher uma máquina de lavagem industrial. No entanto, considerar o espaço disponível na instalação é algo crítico para garantir uma integração eficiente no ambiente de produção. Este aspeto abrange também considerações práticas relacionadas com a acessibilidade para manutenção e limpeza.


2. Capacidade

Avaliar a capacidade da máquina em lidar eficazmente com o volume e tamanho dos equipamentos a higienizar, sem comprometer a eficiência, é uma preocupação central. As dimensões devem estar adaptadas aos requisitos específicos de produção, evitando possíveis estrangulamentos na linha de produção.


3. Custo Total

É tentador dar mais ênfase ao custo “à cabeça” quando se escolhe qualquer equipamento. No entanto, é prudente estimar o Custo Total da máquina, que vai além do preço inicial e inclui todos os custos associados ao longo do ciclo de vida do equipamento. Assim, considere os custos operacionais, de manutenção, de peças de reposição e outros associados a eventuais períodos de inatividade. Uma máquina mais cara no início pode ser compensada por custos operacionais mais baixos ao longo do tempo, ou vice-versa.


Além disso, a eficiência da máquina também é importante. As máquinas que consomem menos energia, água e detergente reduzem os custos de funcionamento e contribuem para práticas mais sustentáveis.


4. Materiais

A escolha dos materiais deve ser feita com base em critérios específicos para a indústria farmacêutica. Materiais não reativos são essenciais para evitar qualquer interação indesejada entre os produtos químicos de limpeza e os componentes da máquina, garantindo a pureza dos produtos farmacêuticos. Além disso, a resistência à corrosão é fundamental para a durabilidade a longo prazo, especialmente considerando a exposição frequente a substâncias químicas agressivas durante os processos de lavagem.


5. Versatilidade

A máquina de lavagem industrial deve ser capaz de realizar uma limpeza profunda, completa e eficiente de todo o tipo de utensílios – sejam peças, ferramentas, caixotes, tabuleiros, contentores ou carrinhos. O objetivo é garantir a remoção dos agentes contaminantes que possam comprometer a qualidade do produto farmacêutico. Dito doutro modo, deve atingir e manter os parâmetros ideais de temperatura, pressão e tempo de ciclo, para assegurar a integridade microbiológica dos equipamentos e, por consequência, dos produtos.


6. Apoio ao cliente

Para além das características técnicas da máquina em si é importante considerar a credibilidade e a experiência associadas à marca que a fabrica. Na indústria farmacêutica, onde a conformidade regulamentar é crucial, ter acesso a um apoio técnico eficaz e a serviços de manutenção confiáveis é vital para garantir a operação contínua e a conformidade a longo prazo.


7. Ergonomia

Na escolha de uma solução de lavagem industrial para a indústria farmacêutica, a ergonomia desempenha um papel fundamental. A facilidade de uso é um aspeto crucial para garantir que os operadores interajam com a máquina de forma intuitiva. Uma interface amigável, controlos bem posicionados e ecrãs fáceis de operar contribuem para processos fluidos e eficientes. Além disso, a preocupação com a segurança do operador é essencial, minimizando riscos de lesões e criando um ambiente de trabalho que promova o bem-estar durante a utilização.


8. Flexibilidade

A única forma de conseguir um processo de lavagem realmente produtivo é adaptar os parâmetros como temperatura, pressão da água e duração às necessidades de cada carga. A possibilidade de programar ciclos específicos e manter consistentes as configurações selecionadas ao longo do tempo contribui para a eficiência operacional e para a qualidade consistente da lavagem.


9. Design

A máquina deve ser desenhada para a segurança – incluindo a prevenção de contaminações – e para a facilitação do processo de lavagem. Por exemplo, superfícies lisas, sem cantos de difícil acesso, são essenciais para evitar a aglomeração de resíduos e micro-organismos. Há ainda a considerar sistemas de escoamento eficientes para prevenir fugas, acumulação de água e formação de microbiota.


MultiWasher, a máquina de lavagem industrial para a indústria farmacêutica

A MultiWasher é uma máquina de lavagem industrial de última geração que lava tabuleiros, caixas, multicabeçotes e muitos outros utensílios e ferramentas indispensáveis para a indústria farmacêutica. Pode ser desenhada de acordo com os padrões de cada empresa na indústria farmacêutica e personalizada de acordo com as necessidades da instalação. Entre em contacto com a nossa equipa de especialistas e veja como a MultiWasher pode ajudar a garantir a conformidade com os critérios de higiene mais exigentes da indústria farmacêutica.

Regressar

Também pode gostar

O que é a higienização industrial?
Lavagem Industrial / ArtigosArtigos
O que é a higienização industrial?

Postado em 2021-08-03

Indústria de peixe: guia completo para soluções de lavagem
Lavagem Industrial / ArtigosArtigos
Indústria de peixe: guia completo para soluções de lavagem

Saiba como escolher a melhor solução de lavagem para a indústria transformadora de peixe.

Postado em 2023-09-29

Pré-lavagem: é mesmo necessária?
Lavagem Industrial / ArtigosArtigos
Pré-lavagem: é mesmo necessária?

A pré-lavagem remove a sujidade de maiores dimensões e prepara uma lavagem mais rápida. Mas será mesmo necessária?

Postado em 2023-06-23

Menu